Pinça de Freio


Em poucas palavras, podemos dizer que a pinça está ligada às pastilhas e contribui bastante para que o automóvel consiga frear com eficiência. Também conhecida como caliper, cavalete ou punho, a pinça nada mais é que um cilindro atuador. Ela recebe a pressão do fluido e atua sobre um pistão, fazendo a força necessária para fechar as pastilhas.

O carro tem o cilindro mestre, cujo acionamento faz frear as 4 rodas. Quando o pedal do freio é pressionado, o fluido de freio chega até as pinças, que pressionam as pastilhas contra o disco, reduzindo a velocidade do veículo até sua parada.

É válido lembrar que cada modelo de carro tem um tamanho específico de pinça e pistão. Na verdade, aliás, é o pistão que dá o empurrão para gerar o atrito e diminuir a velocidade do veículo, enquanto a pinça fica parada. Em alguns modelos a ponte do caliper também se movimenta. Para que tudo isso dê certo e funcione bem, nenhum líquido pode vazar, assim como nenhuma peça pode ficar encravada.

Justamente por fazer a fixação dos pistões e das pastilhas, a pinça é a parte mais usada de todo o mecanismo de frenagem. Não à toa, recebe vários tipos de força em intensidades distintas — compressão, tração e pressão.